Memória fotográfica: Aprenda a desenvolver

Victor Hugo sabiamente disse: “A inteligência é a esposa, a imaginação é a amante, a memória é o servo.” Saiba como melhorar sua memória.

Memória fotográfica: Aprenda a desenvolver

Memória fotográfica

Imagine ter a capacidade de capturar  na memória tudo que você vê. Pense em como as provas teriam sido mais fáceis, honestamente, seria basicamente um super-homem caso dominásse essa técnica.

Por alguma razão, eu estou supondo que você está lendo este artigo porque você está interessado em desenvolver este superpoder, certo?
Há muitas controvérsias em torno do assunto, por isso, antes de mergulhar nele, quero esclarecer algumas coisas.
O que é uma memória fotográfica E porque há controvérsias?
A polêmica em torno da memória fotográfica é em grande parte devido a uma definição incorreta do conceito do que é.

No Dicionário – Definição:”A capacidade de se lembrar de informações ou imagens visuais com grande detalhe.”
O Popularmente conhecido:”A capacidade de piscar e armazenar uma imagem de tudo o que você estava olhando em sua cabeça (e mantê-lo lá para sempre).”

A polêmica existe por causa da definição popular. Enquanto há pessoas que afirmam ser capazes de fazer isso, para muitos isso parece soar falso e impossível.
Então, se você estiver pensando em transformar sua memória em uma câmera digital sem esforço, eu não posso ajudá-lo.
Se você está procurando aprender a habilidade, conforme descrito na definição do dicionário, eu sugiro que você continue a leitura.

Como desenvolver uma memória fotográfica

Tudo bem, então nós estabelecemos o que é memória fotográfica e o que não é.

Vamos para as coisas práticas.

Abaixo estão quatro técnicas para ajudá-lo. O primeiro é de longe o meu favorito. É tão eficaz que eu ainda uso para lembrar de informações de anos atras.

Técnica 1: Castelo da Memória (ou Método de Loci)

Memória fotográfica castelo-menoria

Castelo da Memória, também conhecida como o Método de Loci, remonta ao Império Romano.

É uma técnica mnemônica, como: Contar os meses que tem 30, ou 31 dias nos ossos das mãos.

Ela  funciona tão bem porque fala a língua da nossa mente. E Qual é a linguagem de nossa mente? IMAGENS

Quer uma prova? Imaginem algo como uma lista de compras. Quando você visualizar sua lista de compras você vê as palavras abacate, cenoura, carne ou você vê imagens de abacates, cenouras e carne?

Esta técnica funciona tão bem por duas razões. Primeiro, ela converte a informação em uma série de imagens. Em segundo lugar, ela liga as imagens a um local físico que você está familiarizado. Estas duas combinadas fazem dela uma das ferramentas mais poderosas de memória.

Isso tudo pode parecer um pouco confuso, mas leia todos os 5 passos e veja como criar o seu próprio “castelo da memória”:

Etapa # 1: Escolha um Castelo

Escolha o seu castelo da memória. Este é o lugar que você pode facilmente visualizar. Poderia ser a sua casa, sua escola ou local de trabalho, ou o caminho que você toma todas as manhãs para ir a padaria.

A chave aqui é escolher um lugar que você está MUITO familiarizado. Quanto mais detalhes você pode visualizar sobre o lugar, melhor a memorização será.

Para começar, eu recomendo usar sua casa como referencia.

Etapa # 2: Escolha uma Rota

Depois de definir seu castelo, é hora de escolher o seu percurso.

Vamos usar sua casa como um exemplo. Crie uma rota através da porta da frente, entre na cozinha, depois para a sala de jantar, em seguida, por um lance de escadas e suba para um quarto.

Quanto melhor você conhecer esse caminho, melhor esta técnica funciona.

Escolha um ponto de partida (eu gosto de começar pela a porta da frente) e um ponto final.

Etapa # 3: Lista detalhes

Como provavelmente você está observando, os detalhes são essenciais para alcançar bons resultados no teste. Então feche os olhos e mentalmente transportar-se para o seu Castelo da memória. Visualize o ponto de partida que definiu acima (vamos usar a porta da frente para manter as coisas simples).

Você pode ver a porta da frente. A porta se abriu, olhe lentamente da esquerda para a direita, o que você vê?

Na minha própria casa, eu vejo um relógio moderninho, a mesa de jantar com bagunça por cima, um grande espelho na parede, uma grande planta o sofá, a televisão, um tapete…

Quando andar mentalmente através de uma sala, analise as coisas de forma metódica e consistente. Isso realmente ajuda a definir os procedimentos para a sua caminhada mental. Por exemplo, quando você entrar em um lugar, olhe sempre a partir da esquerda para a direita.

Caminhe por cada quarto de seu castelo. Analise cada coisa e tome nota de todos os detalhes únicos que você vê.

Quanto mais detalhes você visualizar, mais coisas você vai ser capaz de memorizar, como veremos na próxima etapa.

Etapa # 4: Link

Então você já sabe qual o seu “castelo da memória”, você sabe qual sua rota e você sabe todos os detalhes que você pode ver ao longo do percurso. Certo?

Vamos fazer uso das informações agora.

Tome cada detalhe exclusivo que você listou em seu “Castelo da memória” e vincule esses objetos com algo que você quer memorizar.

Você pode usar esta técnica para memorizar uma tonelada de informações, mas vamos começar com algo simples como uma lista de compras.

Vamos dizer que um dos itens de sua lista é cenoura. Faça uma ligação entre cenouras e um ponto do seu castelo da memória, a partir da porta de entrada da sua casa.

O mais ridículo, exagerado, incomum, louco, absurdo ou estranho que você pode fazer a ligação, melhor.  Se você criar um link que é chato, corre-se o risco de esquece-lo, afinal é chato!  Além disso, quanto mais detalhes e informações que você  aplique para o o objeto, melhor. Estes dois combinados fazem o item muito, muito mais fácil de lembrar.

Vamos usar a porta para “linkar” com a cenoura, então quando você abrir o olho e ali, a porta da frente da sua casa, o que você vai ver? Uma grande e linda cenoura, com cabelos verdes e falando bem vindo ao seu palácio, meu Rei!

O processo de memorização da sua lista de compras inteira é o mesmo. Criar algum tipo de link para cada item na sua lista: Arroz, Feijão, Cebola, Ovos, etc Certifique-se de diferenciar as coisas. Logo após a cenoura, você não quer ter um sofá de arroz? As almofadas do sofá são Ovos? Faça isso! Associe as coisas que ficará muito mais fácil e divertidas.

Etapa # 5: Vá para o seu castelo

Agora que a lista de itens que você quer memorizar estão ligadas, você precisa visitar o seu palácio todo.

Você vê a porta de cenoura, o sofá de arroz, as almofadas de ovos. Você continua se movendo ao longo do percurso, você vai ver mais detalhes e será capaz de lembrar de mais informações.

Quando você começar a usar esta técnica, você deve andar através do seu castelo algumas vezes e lembrar cada item para ter certeza de que tudo está bem linkado e memorizado.

Considerações Finais

O castelo da memória é uma habilidade que se aprimora na medida em que você for utilizando. Quanto mais você usar e praticar a habilidade, mais rápido e mais fácil se tornará. Não desanimese demorar muito tempo nas primeiras vezes. É um exercício!

Esta técnica realmente funciona; Eu usei durante anos. Como eu disse acima, eu ainda posso me lembrar de informações de castelos que eu criei anos atrás.

A única desvantagem para o castelo da memória é que você precisa passar por todo o seu percurso, do início ao fim e lembrar das informações. Se a informação que você está procurando recordar está no final do seu percurso, você ainda precisa passar por todo o percurso para resgata-la.

É uma técnica excelente para se lembrar de coisas que você quer saber por um longo tempo. Para obter informações que mudam com frequência, como uma lista de mercado, eu prefiro a próxima técnica.

Técnica 3: Cenas Criadas.

Alice_in_Wonderland_2_40422

Essa técnica é muito parecida com o castelo da memória. A diferença é que em vez de ligar informações com um local físico, você pode usar uma lista de situações criadas na sua memória.

Exemplo:

Vamos usar uma lista de supermercado como exemplo novamente.

Crie uma cena de guerra na memória.

Cena 01 – Cebola: Imagine uma guerra entre animais uns com os outros usando granadas de cebola como sua arma.

Cena 02 – Cenoura: Imagine armas disparando balas de cenoura.

Cena 03 – Arroz: Imagine, que correndo você escorrega em um monte de arroz no chão.

Cena 04 – Feijão: Você cai em uma poça de feijão e fica todo sujo…

Como você pode ver, esta técnica é semelhante ao Castelo da memória. A diferença é que você usou uma lista de imagens que você criou para vincular as informações.

É divertido pra caramba essa!

Uma dica é criar histórias com no máximo 10 cenas.

Se precisar lembrar de 40 itens do mercado, crie 04 histórias baseado nos itens do mercado

      História 01: Produtos de limpeza
      História 02: itens Perecíveis
      História 03: itens de geladeira
      História 04: Frutas e verduras

Eu prefiro esta técnica para coisas que eu quero lembrar por um curto período de tempo.

Técnica 3: O Método Militar

Se você está realmente interessado em aprender essa habilidade, eu suponho que você tenha feito alguma pesquisa e já se deparou com vários artigos que explicam o método militar.

A técnica envolve um quarto escuro, uma luz, e uma folha de papel que você quer memorizar. A ideia é que, quando as luzes se apagam, você vai ter uma impressão da folha de papel em sua mente. Você pode fazer isso por 15 minutos todos os dias por cerca de mês.

Eu decidi não adicionar uma explicação completa sobre essa técnica que eu era incapaz de determinar conclusivamente sua funcionalidade. Isso não significa que você não deve tentar a técnica.

Técnica 4: Memória geral

memoria-fotografia-2

Assim como nosso corpo precisa de alimentos para funcionar corretamente, nossa memória precisa de quatro coisas para operar bem. Dando a sua memória o que ele precisa vai melhorar muito a sua eficácia,

Se você quer uma memória melhor, trabalhe as quatro dicas a seguir em sua vida cotidiana.

Dica # 1: Dormir

O sono dá ao nosso cérebro a chance de reiniciar e processar as informações que nós recolhemos durante o dia. Enquanto dormimos, nosso cérebro armazenar as memórias que são significativas e descarta aquelas que não são. Este processo é conhecido como a consolidação da memória.

Dica # 2: Meditação

Quase toda técnica que afirma que você pode melhorar sua memória fotográfica incorpora alguma forma de meditação.

A meditação é um exercício que retarda o processamento da sua mente. Quando você medita, você está, essencialmente, treinando sua mente. Esta formação vai lhe dar mais controle de sua mente e seus pensamentos.

Dica # 3: Alimentação

A combinação de uma dieta adequada e as vitaminas certas, podem impactar de forma muito positiva a sua memória.

Quando você escolhe algum alimento para melhorar a sua memória, certifique-se de escolher aqueles que são apoiados por evidências clínicas. Tenha cuidado com os suplementos que parecem “bom demais para ser verdade”. Faça pesquisas e certifique-se de que você está tomando algo que tem sua eficácia comprovada por órgãos regulamentadores.

Dica # 4: Exercício

Junto com a dieta e sono, o exercício é outro aspecto da vida saudável que ajuda significativamente na memória.

Quando você se exercita você aumentar a sua taxa de circulação. Mais circulação significa mais oxigênio para o cérebro. Estudos mostram que estudantes que se exercitaram depois de estudar mantiveram mais informações do que estudou versus aqueles que não o fizeram.

Em conclusão

Quero enfatizar que a prática é o mais importante para ter uma boa memória.

As coisas boas da vida dão trabalho e melhorar a sua memória não é uma exceção.

Victor Hugo sabiamente disse: “A inteligência é a esposa, a imaginação é a amante, a memória é o servo.”

feitoparahomens

FpH - Feito para homens no sentido completo da palavra, criativos, honrados, honestos, íntegros, conquistadores, antenados, bem humorados e inteligentes. O site masculino mais completo.