A geração introspectiva

Por que a vida digital pode prejudicar a convivência das crianças em sociedade?

A geração introspectiva

A partir do surgimento da Geração Z (jovens nascidos em meados dos anos 90), a tecnologia passou a ser parte integral da formação e da educação das crianças.

Mas até que ponto os pais estão colaborando para a criação de filhos introspectivos e dependentes de um mundo virtual?

A geração introspectiva

Segundo especialistas, o condicionamento tecnológico pode transformar as crianças em seres introspectivos.

Atualmente, jovens na faixa dos 16 anos de idade sofrem a influência da virtualização do comportamento em função do condicionamento precoce do uso de ferramentas tecnológicas. Segundo psicólogos, isso contribui para que eles tenham muita dificuldade de se relacionar com as pessoas no futuro.

Veja os resultados e as consequências do condicionamento à dependência tecnológica das novas gerações:

Nativos digitais hiperconectados, mas solitários

A partir do surgimento da geração Z, as crianças são submetidas à um bombardeio digital desde o nascimento: televisores, videogames, smartphones, tablets e computadores tomam um tempo cada vez maior da infância. Psicólogos afirmam que o excesso do uso da tecnologia na infância pode prejudicar a formação dessas crianças, especialmente no que se diz respeito à socialização.

Trocando a bola de futebol pelo tablet

timidez3

Internet, smartphones, tablets, videogames e televisores: Um bombardeio de imagens, sons e aplicativos.

Em um cenário onde as crianças estão cada vez mais solitárias, não seria a simplicidade de uma bola para brincar com os amigos uma alternativa para o resgate da humanização? Aplicativos e gadgets estão substituindo as brincadeiras de criança, fundamentais para o desenvolvimento criativo na vida adulta. Com o relacionamento virtual, as novas gerações tendem a robotizar a sua formação: as máquinas são suas maiores “companheiras”.

A falta de relacionamento interpessoal

A era digital transforma essas crianças em seres introspectivos e solitários. Com o contato exclusivamente virtual, as novas gerações tendem ao afastamento dos relacionamentos reais. Especialistas em educação infantil afirmam que o maior problema das novas gerações é a falta de contato pessoal, raridade na vida desses jovens. Em alguns casos, o isolamento social gera traumas que podem prejudicar a convivência com as pessoas: problemas como o medo de viver em sociedade e o pânico de relacionamento interpessoal podem surgir no futuro.

A geração que não ouve

nao ouvem

Para as novas gerações, tudo se torna descartável em curto tempo.

Com o isolamento social e a pouca expressão comunicativa, surge a “geração silenciosa”: jovens que falam pouco e que não ouvem o mundo ao seu redor. Os fones de ouvido assumem o papel de protagonistas na vida dessas crianças, e como resultado, a ausência da capacidade de ouvir as pessoas influencia na formação de jovens egocêntricos e individualistas.

A pressa e a impaciência

Para quem nasceu livre das conexões discadas e da necessidade de cabos para se conectar ao mundo, é difícil assimilar a palavra “paciência”. Cada vez mais, as novas gerações se tornam impacientes e afoitas, pois não aprenderam a esperar. Para esses jovens, velocidade é sinônimo de qualidade. Mas isso pode prejudicar as relações familiares, as amizades e impedir que os bons momentos da vida sejam apreciados.

Um mundo descartável

A velocidade da evolução tecnológica e a grande quantidade de informações a que esses jovens são submetidos faz com que tudo se torne obsoleto com facilidade. O volume intenso de informações para serem processadas obrigam esses jovens a segmentar e filtrar aquilo que desejam receber e tudo passa a ser descartável rapidamente.

Geração volúvel

Segundo psicólogos, as crianças das novas gerações são criadas em um cenário de constante evolução e mudanças rápidas. Essas condições podem contribuir significativamente para que elas se transformem em jovens e adultos impulsivos e inquietos no futuro: pessoas suscetíveis a mudarem facilmente de ideia, de opinião, de gostos, de estilo, de emprego, de sonhos, de objetivos, etc.

Texto: AREAH

VEJA TAMBÉM:
8 Acidentes durante sexo em público
Sua ex já arrumou outro?

feitoparahomens

FpH - Feito para homens no sentido completo da palavra, criativos, honrados, honestos, íntegros, conquistadores, antenados, bem humorados e inteligentes. O site masculino mais completo.